16 April 2024

O que são os Stream Processors nas placas de vídeo da AMD? –

4 min read

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A lire également : Partai tidak akan merasa nyaman bergandengan tangan dengan BJP, tidak ada alasan bagi saya untuk mengubah pendekatan: Jayant Chaudhary dari RLD

Stream Processors são núcleos que executam operações gráficas em GPUs da AMD, como renderização de imagens. Eles estão em grande número e trabalham no conceito de computação paralela, o que faz as operações serem executadas com maior eficiência.

Placa de vídeo Radeon (imagem: divulgação/AMD)

Avez-vous vu cela : Eksportir Jerman pesimistis tetapi pertumbuhan terlihat pada bahan kimia - Ifo

Os processadores de fluxo estão presentes em placas de vídeo da AMD e, quanto maior o número de núcleos, melhor tende a ser o desempenho gráfico de um computador. Entenda, a seguir, a função dos Stream Processors e das Compute Units na GPU.

O que faz um Stream Processor em uma placa de vídeo da AMD?

Stream Processors são núcleos de processamento das GPUs da AMD. Quando o chip gráfico executa uma tarefa, esta é dividida em partes menores que são processadas simultaneamente nas centenas ou milhares de núcleos.

Essa técnica, conhecida como processamento paralelo, é eficiente para renderização de imagens, atividade que costuma envolver cálculos complexos em grande escala. Se essas tarefas são executadas paralelamente, a apresentação da imagem em um jogo ou animação tende a ser mais rápida.

A capacidade da placa de vídeo de executar tarefas em paralelismo também permite o seu uso como uma GPGPU, ou seja, uma unidade de processamento de propósito geral, capaz de lidar com aplicações não relacionadas a gráficos.

Em geral, cada Stream Processor de um chip gráfico da AMD é menos potente que o núcleo de uma CPU convencional. No entanto, uma GPU tem uma quantidade de núcleos muito maior, o que a torna ideal para tarefas de processamento paralelo.

Jogo em notebook com GPU AMD Radeon (imagem: divulgação/AMD)

Quanto mais Stream Processors na GPU, melhor?

Um número grande de Stream Processors é vantajoso, pois quanto maior o número de núcleos na GPU, mais instruções podem ser executadas paralelamente. Um exemplo é a placa de vídeo AMD Radeon RX 7900 XTX, que conta com 6.144 Stream Processors.

Essa lógica vale não só para o processamento avançado de gráficos, mas também para aplicações que se beneficiam de computação paralela, como inteligência artificial, simulações e serviços nas nuvens sob demanda.

No entanto, o número de Stream Processors não é o único fator que determina o desempenho de uma placa de vídeo. A quantidade e o tipo de memória VRAM, a frequência de operação (clock) e tecnologias associadas estão entre as características que também influenciam nesse aspecto.

Uma GPU AMD Radeon (imagem: divulgação/AMD)

Como saber quantos Stream Processors têm a placa de vídeo?

A melhor forma de descobrir quantos Stream Processors a sua placa de vídeo tem é pesquisando pelo nome do modelo no site da AMD. Essa informação é dada na página do produto que, em português, pode descrever os Stream Processors como “Processadores de fluxo”.

Se você não tem certeza sobre qual é o nome da sua placa de vídeo, pode descobrir a GPU do computador executando o comando “dxdiag” no Windows ou digitando “lspci | grep VGA” em um terminal no Linux.

Há Stream Processors tanto nas placas de vídeo dedicadas da família AMD Radeon quanto nas GPUs integradas dos chips AMD Ryzen.

Qual é a diferença entre Stream Processors e Compute Units?

Stream Processors são os pequenos núcleos implementados na GPU, enquanto Compute Units (Unidades Computacionais) são agrupamentos desses núcleos. Ou seja, os Stream Processors não são distribuídos de forma independente na placa de vídeo, diferente do que costuma acontecer com os núcleos de uma CPU.

Cada Compute Unit é um cluster que contém, além de Stream Processors, memória cache para acesso rápido a dados e outros recursos necessários para o fluxo de execução. Desse modo, os Compute Units funcionam como núcleos maiores ou mais abrangentes.

A quantidade de Stream Processors pode chegar aos milhares em GPUs avançadas, e a organização dos clusters varia conforma a arquitetura do chip. A placa de vídeo AMD Radeon RX 7900 XTX, por exemplo, contém 6.144 Stream Processors distribuídos entre 96 Compute Units.

Placa de vídeo Radeon RX 7900 XTX (imagem: divulgação/AMD)

Qual é a diferença entre Stream Processor e CUDA Core?

Enquanto os Stream Processors são unidades de execução em GPUs da AMD, os CUDA Cores são núcleos com o mesmo propósito que formam os chips gráficos da Nvidia.

No entanto, as tecnologias não são mutuamente equivalentes. Diferenças de arquiteturas fazem os Stream Processors funcionarem de modo distinto em relação aos núcleos CUDA, e eles não são compatíveis com os mesmos conjuntos de instruções.

AMDStream processingRadeonGPULinuxWindowsNvidia